Sorria, Diga Giz! Você é professor…

O professor

Um abnegado profissional que acumula cargos na maioria das vezes com jornada em duas ou mais escolas. Trabalha com a matéria prima mais importante da educação, o aluno.

Nesse longo processo o professor, sem dúvida, realiza o papel importante e central na hierarquia educacional, ressaltando apenas que ele mesmo ainda não sabe disso.

As atividades docentes desse profissional, preenchem um tempo considerável na escola e outro tanto fora dela, na preparação de suas aulas e atividades correlatas.

O professor não consegue e não pode tomar café de quinze em quinze minutos, ficar ocupado no computador ou celular durante suas aulas, até para fazer suas necessidades fisiológicas, tem que aguardar, isso significa que não dá para enrolar. Ao escolher essa profissão, o profissional do saber que ajuda na formação de todas as outras profissões, realiza um trabalho digno. Num país cuja corrupção domina todos os setores sociais, tem sido como um anteparo ou escudo social, onde as outras instituições como igreja, família, simplesmente não conseguem atender o cidadão no difícil caminho da educação.

Com sua atuação constante, sempre com uma palavra importante na condução de situações difíceis, sua presença segura, onde as vezes faltam na própria casa dos alunos, ajuda fortalecer a personalidade de crianças, jovens e adultos com uma postura de otimismo e incentivo para com os educandos.

Estabelece relações com seres de diferentes etnias e religiões, credos e classes sociais e culturais.

Na maioria das vezes não consegue saber o produto final na formação dos seus alunos. Um termômetro para o professor saber se o seu trabalho foi bom é encontrar um ex-aluno e observar a receptividade do mesmo. Normalmente recebe um sorriso, abraço ou ainda palavras de reconhecimento através de um agradecimento.

Se você é formado ou ainda está em formação, tenha a consciência de que sua jornada (nobre professor) será pautada por grandes desafios, e que algumas vezes passará pelo sentimento de desistência, mas lembre-se, é graças a você, profissional dedicado, que muitas pessoas terão um futuro diferente de seu presente, repleto de grandes oportunidades.

Cada vez que iniciar uma aula, faça um pensamento rápido, relembrando ao máximo, os mestres de sua vida e veja neles, aqueles que foram significativos, tente imitá-los, ou faça ainda melhor do que fizeram por você. Seja parceiro do seu aluno, mesmo quando algo lhe parecer difícil. As relações nem sempre serão as mais amigáveis e são estes os maiores desafios de nossa profissão, a única que é capaz de formar todas as outras profissões.

Procure se reciclar e se reinventar sempre. Ser professor é ter uma profissão que te permite estudar a qualquer momento, e nada justificará se tornar ultrapassado. Vá a congressos, procure participar de grupos com outros educadores, viaje para fora do país e aprenda sobre a profissão em outros lugares, visite escolas da periferia, perceba que nem todas as aulas que são boas, são aquelas que utilizam recursos mirabolantes, às vezes, o bom professor, só precisará de um toco de giz.

Faça chorar se for necessário, mas lembre-se que para muita gente, você será a única pessoa capaz de fazer sorrir.

Encontre a melhor forma de se auto motivar, seja o herói que os outros necessitam, haja com tranquilidade nos momentos de guerra, seja sempre o mais dedicado e esforçado, pois é deste exemplo que as pessoas necessitarão.

Procure a cada dia ser ainda melhor, dar uma aula melhor. São estas atitudes que te ajudarão a colecionar olhares de surpresa, quando da existência do aprendizado.

Lembre-se que o salário muitas vezes não será a justificativa, nem a razão da escolha dessa profissão, infelizmente, mas nada no mundo será maior e melhor que o reconhecimento de seu aluno, por sua dedicação e esforço. Essa gratidão, esse simples momento, irá transformar a sua vida, e nenhuma outra profissão te trará esse retorno.

Pense e repense, faça e desfaça, seja criativo e motivador, retome o ciclo de aprendizado, contemple a natureza, quebre algumas regras de vez em quando, ajude a se levantar o aluno que cair, oriente, eduque, critique e justifique.

Cada vez que estiver passando por dificuldades, lembre-se sempre de sua importância para uma nação inteira, se for necessário, recomece, chore, cante, vislumbre, grite, se valorize, sorria e…

Diga giz!

Você é professor…

Trecho extraído do livro Diga Giz dos autores Fernando Adoka e José Jurandir – Editora Virtual Books – 2016

http://www.digagiz.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *